Pesquisar neste blog

31 de dez de 2010

Feliz 2011

Encerrando a última postagem do ano, louvemos e agradeçamos a Deus por mais um ano que nos foi dado e conservemos diante do Senhor uma atitude de gratidão, tanto na prosperidade quanto na adversidade, pois o apóstolo Paulo já recomendava em I Tessalonicenses 5:18: "Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco". Na prosperidade, porque sabemos que todas as bênçãos vêm de Deus; na adversidade, porque sabemos que Deus pode tirar algo bom de algo mau - uma bênção a partir de algo que parece maldição (ver Neemias 13:2). Além disso, o mesmo apóstolo nos fala que "tudo colabora para o bem daqueles que amam a Deus" (Romanos 8:18). Não percamos de vista a perspectiva de que Deus  pode usar a nós, mesmo sendo vasos imperfeitos, para cumprir os seus propósitos  justos e misericordiosos neste mundo. E junto com seus propósitos, abençoar a nós e aqueles que estão ao nosso derredor. 

O vídeo para último dia do ano é Carol of the Bells (Canção dos Sinos), cuja história já foi postada um ano atrás e pode ser relembrada aqui. Trago primeiro a versão ao piano de George Winston, mais melódica e até melancólica, porém não menos interessante do que a versão mais vibrante e alegre do Brooklyn Tabernacle Choir (Coral do Tabernáculo do Brooklyn), também já postada aqui um ano atrás, mas a qual posto novamente por ser uma das melhores versões que encontrei de Carol of the Bells. A todos, um feliz 2011 repleto da presença do Senhor e de suas muitas bençãos. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário